/

/ Autores

Ichirou

Ichirou é um quadrinista brasileiro vencedor de dois Silent Mangá, umas das maiores premiações internacionais de quadrinhos sem diálogos no Japão.

TalessaK

TalessaK é artista visual, quadrinista e faz animações clássicas. Além de livros infantis é autora dos quadrinhos Memories, série indicada ao 31º Prêmio HQMIX 2019 na categoria minissérie; Cinco Vermelhos, indicada ao 35º Troféu Angelo Agostini 2019; Deimos e Phobos, indicada ao 33º Prêmio HQMIX e ao 37º Troféu Angelo Agostini, na categoria Publicação Independente em 2021; Ira dos Ventos, indicada ao 34º Prêmio HQMIX 2022 como Roteirista Nacional, entre outras publicações. A maioria dos seus trabalhos são transmidiáticos. As HQs Sobre Trilhos e Ao Redor do Sol foram projetos contemplados pelo ProAC-SP, em 2018 e 2021, respectivamente. E a HQ Amarelo Seletivo, roteiro de Ricardo Tayra e ilustrações Talessak, foi premiada com o bronze na 16th Japan International Manga Award 2022. Participou como ilustradora da história A última comitiva, de Ana Recalde na publicação Mix Gibi de Menininha, de Germana Viana, Editora Zarabatana, vencedora do 31º Troféu HQMix 2019.

Theo

Formado pela Scuola Internazionale di Comics de Florença, o desenhista italiano Theo estreou com Le Trône d'Oreille, de France Richemond e Nicolas Jarry, em 2006. Foi com esse trabalho que atraiu a atenção de Jodorowsky, que buscava um nome para suceder ninguém menos que Milo Manara. O artista de Bórgia não ia prosseguir com sua continuação, O Papa Terrível, e Theo foi escolhido para substituí-lo na saga renascentista. Com a morte do desenhista Philippe Delaby, Theo ainda assumiu a série Murena.

Yudori

Yudori é uma autora coreana, criadora de The Curious Case of the Ring Brothers e ilustradora de Explorer's Guide to Planet Orgasm. Depois da publicação do webtoon Pandora's Choice em 2016, alcançou grande popularidade, tornando-se uma das artistas mais seguidas no Lezhin Comics. Publicada originalmente na França, O Céu Para Conquistar é sua primeira graphic novel. Com intersecções entre o Oriente e o Ocidente, tanto nas ilustrações quanto no cenário, a HQ é uma comovente história de mulheres no século XVI patriarcal.

Agustín Graham Nakamura

Agustín Graham Nakamura é autor e ilustrador argentino-japonês e mora atualmente na cidade de São Paulo. Estudou direção de animação no Japão e trabalha há 20 anos como artista freelancer para agências de publicidade, estúdios de vídeo game e produtoras de cinema. Publicou quadrinhos nos Estados Unidos, Espanha, México, Brasil e Argentina, entre eles Monogatari, Infinity Betrayal, Terra Australis, Zero Point e Wonderland.

Aimée de Jongh

Aimée de Jongh é uma autora de quadrinhos e animadora indicada ao Eisner da Holanda. Formada em Animação pela Willem de Kooning Academy Rotterdam, ela estudou na KASK & Conservatorium / School of Arts Gent e na Gobelins Summer School Paris. A carreira de Aimée nos quadrinhos decolou com sua popular série diária de tirinhas Snippers, para o jornal holandês Metro. Honey Buzzard – O retorno da ave de rapina foi sua primeira HQ publicada, com a qual ganhou o Prêmio Saint-Michel e a adaptação para um filme live-action. Depois, fez muito sucesso com Taxi e Sala de Espera da Europa, ambos publicados pela Conrad, e Dias de Areia, lançado pela Nemo no Brasil.

Akemi Inokawa

Akemi Inokawa é uma mangaká japonesa. Participou de uma série chamada Honto ni atta kowai hanashi (literalmente "Histórias de terror que aconteceram de verdade"), e algumas histórias foram adaptadas para uma novela de mesmo nome na Fuji Television.

Akihito Yoshitomi

Akihito Yoshitomi é um mangaká residente na província de Miyazaki, e suas obras mais famosas são Eat-Man e After School of the Earth. Atualmente possui um canal no YouTube onde ensina as pessoas a desenharem.

Alejandro Farias

Alejandro Farias nasceu em Bahía Blanca, em 1978. Atualmente vive em Buenos Aires. É Licenciado em Letras pela UBA e autor do livro infantil El pizarrón Mágico (Riderchail, 2014, com desenhos de Mariano Epelbaum). Escreveu os romances Frío (Llanto de mudo, 2008) e La edad del sueño (Perro, 2002) e o livro de poemas Cuando digo (Editorial Imaginante, 2007). Nos quadrinhos, coordena e escreve a coleção Teatro en viñetas, que conta com o apoio do Instituto Nacional de Teatro. O primeiro volume (com Venecia, de Jorge Accame e Yepeto, de Tito Cossa) recebeu o Prêmio Banda Dibujada a melhor adaptação 2012, além de ser um dos dez livros destacados pelo Prêmio Teatro del Mundo 2013. Trabalhou na graphic novel ¿Qué he ganado con quererte? sobre a vida de Felisberto Hernández, projeto ganhador dos Fundos Concursáveis para a Cultura do Uruguai (MEC). Gerencia a seção de quadrinhos (Bang Bang) da revista No-Retornable e, junto com Marcos Vergara, a editoria Loco Rabia.

Alejandro Jodorowsky

O chileno Alejandro Jodorowsky é um criador profícuo que atua em várias mídias. Deixou sua marca incontornável em áreas que vão do tarot de Marselha ao teatro experimental. No cinema, fez filmes fundamentais, como El Topo, Santa Sangre e A Montanha Mágica. Mas é nos quadrinhos que deixou mais obras. Sua saga O Incal, criada com Moebius, é um dos maiores clássicos da ficção científica. Publicou também A Casta dos Metabarões, com Juan Gimenez, Os Tecnopapas, com Zoran Janjetov, As aventuras de Aleph-Thau, com Arno, The White Lama e Juan Solo, com Georges Bess, Cara de Lua e Bouncer, com François Boucq, e ainda Bórgia, com Milo Manara.

Aminder Dhaliwal

Aminder Dhaliwal é cartunista e animadora canadense. Nativa de Brampton, Ontário, possui bacharelado em animação pelo Sheridan College. Aminder já trabalhou na direção, storyboard e roteiro em programas da Disney TV Animation, Cartoon Network e Nickelodeon. Recentemente trabalhou na direção e storyboard de alguns episódios de A Casa da Coruja (The Owl House), uma animação atualmente em exibição no Disney Channel. Woman World, sua obra mais conhecida, foi lançada originalmente em webcomic e posteriormente ganhou uma versão em graphic novel que será lançada em breve pela Conrad Editora.

Ana Cardoso

Ana Cardoso é artista gráfica, quadrinista e ilustradora freelancer. Cuida de plantas, cachorros, pulgas e encrencas. We Pet - Animal Center é seu primeiro quadrinho lançado de forma independente.

Ana Mei

Ana Mei mora na cidade de São Paulo com seus três gatos. Possui formação em Artes visuais, design e ilustração. Autista e entusiasta da neurociência, estuda métodos não verbais de contar histórias por aí.

André Diniz

André Diniz é roteirista e ilustrador brasileiro de HQs. Publicou mais de 30 títulos por diversas editoras brasileiras, tendo sido publicado também na França, Reino Unido, Polônia, Peru e Portugal, país onde vive hoje. Seu trabalho foi ainda tema de exposições em França, Polônia, Angola e Portugal. Desde 2000, recebeu 20 prêmios das principais premiações brasileiras de quadrinhos. Entre seus trabalhos mais conhecidos, estão 7 Vidas, Morro da Favela, O Idiota, Revolta da Vacina e T.A.T.T.O.O - À Flor da Pele.

Andrew S. Weiss

Andrew S. Weiss é o detentor da cadeira James Family e vice-presidente para estudos no instituto Carnegie Endowment for International Peace, onde supervisiona pesquisas sobre a Rússia e Eurásia. Ele ocupou vários cargos no Conselho de Segurança Nacional, no Departamento de Estado e no Pentágono tanto em gestões democráticas quanto republicanas. Seus textos já foram publicados no New York Times, Washington Post, Wall Street Journal, Foreign Affairs e outras publicações. Ele e a esposa, Kate Julian, têm dois filhos.

Ann Xu

Ann Xu é uma cartunista e ilustradora indicada ao prêmio Ignatz, e trabalha em Baltimore. Ela é bacharel em Ilustração no Maryland Institute College of Art, formada em 2017. Seus trabalhos com graphic novels incluem Vida nas sombras e Measuring Up.

Aureliano Medeiros

Aureliano Medeiros é quadrinista, ilustrador e tagarela, com formação em jornalismo e experiência em editoração. Faz quadrinhos autobiográficos sobre cotidiano e saúde mental. Escreveu e ilustrou o romance Madame Xanadu (a nova edição pela Editora Nacional) e os zines de quadrinhos Elevador, Sobrepeso, Conexão, Até Mais Ver e O Menino que Desaprendeu a Chorar, além de desenvolver capas e ilustrações para diferentes publicações. Seus quadrinhos autobiográficos — Aureliano retrata a si sempre nu — são seguidos por mais de 220 mil pessoas no Facebook e 50 mil no Instagram. Jornalista, atuou como editor da editora Tribo.

Bianca Pinheiro

Natural do Rio de Janeiro, Bianca Pinheiro é quadrinista e ilustradora. Entre seus trabalhos mais prestigiados, estão a graphic novel Dora, a série de HQs Bear, o álbum Alho-poró e as graphic novels Mônica - Força, Mônica - Tesouros e Mônica - Coragem, parte da coleção Graphic MSP. Já recebeu quatro troféus HQMix por seu trabalho. É formada em Artes Gráficas pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná e pós-graduada em Histórias em Quadrinhos pelo Grupo Educacional Opet.

Bill Sienkiewicz

Bill Sienkiewicz é um artista vencedor do Eisner e indicado ao Emmy, mais conhecido por revolucionar a forma como os quadrinhos são feitos. Tendo passado por quadrinhos como X-Men e Quarteto Fantástico, Sienkiewicz é um pintor de formação clássica cujas obras de arte incorporam influências abstratas e expressionistas e combinam pintura a óleo, acrílico, aquarela, mídia mista, colagem e mimeógrafo. Seu trabalho já esteve em museus, como Museu Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro, galerias de arte em Paris, Barcelona e Toscana; campanhas publicitárias e dezenas de filmes de Hollywood.

Bill Watterson

Bill Watterson é o criador das histórias de Calvin & Haroldo, um garoto de seis anos e seu melhor amigo, um tigre de pelúcia chamado Haroldo, e desenhou as tiras da dupla diariamente de 1985 a 1996. Ele não dá entrevistas e raramente posa para fotos, e seu endereço e telefone são bem guardados. Watterson disse uma vez que é impossível continuar mantendo indefinidamente seu altíssimo padrão de qualidade num trabalho para publicação diária, afinal não tem equipe e sempre trabalhou só. Também nunca aceitou vender os direitos da história para camisetas, bonecos e desenhos de TV.

Brendda Maria

Brendda Maria é ilustradora cearense, vive em Fortaleza e produz quadrinhos em parceria com o coletivo Netuno Press. Em suas histórias sempre procura representar o cotidiano de mulheres comuns, além de abordar temas como depressão, ansiedade, e outras questões que abalam o psicológico da nossa geração, de maneira leve. Como colorista, já colaborou com Mayara e Annabelle, Pombos (Netuno Press) e Haole (Pagu).

Brian "Box" Brown

Brian "Box" Brown é um ilustrador e artista de história em quadrinhos que já foi contemplado com um Prêmio Eisner. Ele mora na Filadélfia e seus quadrinhos já foram publicados no New York Times, e nas revistas Playboy e New York. Suas obras incluem o best-seller pelo New York Times, André, o Gigante: Vida e Lenda; Tetris; Is This Guy for Real?; The Unbelievable Andy Kaufman; Cannabis: a Ilegalização da Maconha nos Estados Unidos, e Child Star. Sua tira de jornal (& webtira) Legalization Nation é atualizada semanalmente.

Camila Abdanur

Camila Abdanur é ilustradora e quadrinista mineira. A temática queer está muito presente em seu trabalho, complementada por seu estilo fofo e divertido. Quando não está rabiscando em qualquer superfície disponível, você pode encontrá-la tagarelando no twitter ou tentando receber afeto do seu gato preto mimado.

Camila Loricchio

Camila Loricchio mora pelo Vale do Paraíba, é escritora independente, revisora de jogos de tabuleiro e já passeou por algumas profissões (na maior parte acadêmicas). Lançou o livro Cummulus em 2020 e também escreveu a história em quadrinhos Desenredos com Pedro Vó em 2018, cuja versão digital está sendo publicada pela Conrad Editora em 2023. Suas obras geralmente têm protagonistas fortes, arrepios ocasionais, autodescobertas e contos rapidinhos. Apareceu também n'As Crônicas da Unifenda (2020) e na antologia The Secret Lives (2021) com uma história em inglês.

Camilo Solano

Camilo Solano é quadrinista e autor de Cascão – Temporal, Graphic MSP solo do personagem da Mauricio de Sousa Produções que foi lançada em março de 2020. Publicou Semilunar, obra finalista do Prêmio Jabuti 2018 na categoria História em Quadrinhos que saiu pela Balão Editorial. Também é autor de Desengano, cujo prefácio foi feito por Robert Crumb, o pai do quadrinho underground. Lançou também as obras Solzinho, Captar, Re-Exista, Badida e O Fio do Vento que saiu em 2019 pela Editora Veneta.

Carlos Ruas

Carlos Ruas é quadrinista e autor do Um Sábado Qualquer, Mundo Avesso e Cães e Gatos, três universos distintos e criativos que compõem a sua obra. Tem nove livros publicados, tanto por editoras, quanto por financiamento coletivo. A obra De onde viemos é o segundo maior projeto em arrecadação e apoiadores na categoria “quadrinhos”, no Catarse. Artista premiado, Ruas ganhou o troféu HQMix na categoria Webtiras em 2012, e em 2015, o livro Êxodo: nos bastidores da Bíblia, conquistou o 32° Troféu Angelo Agostini. Por sua produção artística consistente nas redes sociais, no mercado literário e em projetos comerciais bem-sucedidos, Carlos Ruas se consolida um dos principais quadrinistas do cenário nacional.

Carol Ito

Carol Ito é jornalista, quadrinista e ilustradora que ama contar histórias usando narrativas gráficas. Trabalha com HQs desde 2014 e é especialista em jornalismo em quadrinhos, colaborando com veículos como Revista Piauí, Agência Pública, Revista Trip, Revista Morel, entre outras, com destaque para temas envolvendo direitos humanos e direitos das mulheres. É autora de Inteiro pesa mais do que metade (ed. nVersos, 2023), Siriricas Tristes e outras (in)felicidades (ed. Veneta, 2023) e coautora de Boy Dodói: histórias reais e ilustradas sobre masculinidade tóxica (ed. Bebel Books, 2023). Em 2024, lança sua história em quadrinhos O Novo Sempre Vem pela Editora Conrad em formato físico, no selo HQ para Todos.

Charles Forsman

Charles Forsman é cartunista e formado pela Center for Cartoon Studies, em 2008. Em seus trabalhos, apresenta de maneira impressionante uma visão do mundo dos adolescentes pouco explorada - o tédio. Com histórias poderosas e intensas, por vezes até mesmo violentas, Charles é um dos quadrinistas de mais prestígio da nova geração de autores norte-americanos. Além de The End of the Fucking World, que você confere agora pela Editora Conrad, ele também é autor de I Am Not Okay With This, publicado pela editora Skript, ambos quadrinhos que se tornaram grandes sucessos da Netflix. Com um estilo que vai do mais simples desenho, com temas profundos, ele propaga e encanta o público com o estilo underground comix.

Claudio Alvarez

Claudio Alvarez trabalha como editor e escritor em jornais, programas de TV, webshows e podcasts. Em 2012, fundou a editora independente Acción Comics e começou a escrever quadrinhos. Entre seus trabalhos autorais destacam-se as sagas El Gran Guarén, El Ejército de Dios e O Último Detetive. É cofundador da agência ArtistGO! e integrante da ChileComics, associação de editores de quadrinhos do Chile.

Daiandreson Victor

Daiandreson Victor nasceu em Petrolina-PE, onde escreve e desenha quadrinhos atualmente. Licenciado em Artes Visuais, trabalha como ilustrador e quadrinista desde 2016. Participou do Concurso Internacional Silent Manga Audition. Em 2018, de forma independente e por meio do Catarse, publicou sua primeira HQ impressa: Sangue e Coragem. Produz a série de tiras Afroboy no Instagram desde fevereiro de 2020. Atualmente desenha para uma série do selo Bruttal do Omelete.

Daijiro Morohoshi

Daijiro Morohoshi é um mangaká japonês. É conhecido por suas obras de ficção científica, histórias de terror e mistério baseadas em folclore. Suas obras possuem forte influência dos Mitos de Cthulhu. Já recebeu o Prêmio Tezuka em 2000, com o mangá Saiyu Youenden, e o Prêmio Ministro da Educação, Cultura, Esportes, Ciência e Tecnologia do Japão de Incentivo à Arte em 2014, com A noite da Princesa Uriko, A manhã da Cinderela e outros contos reimaginados.

Daisuke Imai

Daisuke Imai é natural de Kyoto e sempre quis ser mangaká desde criança. Suas obras possuem temática seinen (voltado para o público masculino adulto), e seus mangás mais famosos são Love and Hell e Hiru.

Daniel Bretas

Daniel Bretas nasceu em 1991 na cidade de Belo Horizonte (MG), formado em Cinema e Audiovisual pelo Centro Universitário UNA. Atualmente leciona desenho acadêmico no Estúdio Black Ink, além de trabalhar diretamente nos mercados de ilustração, design, quadrinhos, animação e audiovisual. Bretas foi vencedor do concurso nacional Brazil Mangá Awards (BMA) em 2015 e além de publicar zines e quadrinhos de maneira independente, trabalha também com publicações pela Editora Draco. Sempre busca apresentar em seus trabalhos uma versão inconstante da verdade e uma realidade fora do plano material.

Dash Shaw

Dash Shaw mora em Richmond, Virgínia. Foi bolsista do Sundance Labs em 2010 e bolsista do Cullman Center entre 2014 e 2015 na Biblioteca Pública de Nova York. Cartunista, animador e ilustrador, nasceu em Los Angeles e frequentou a Escola de Artes Visuais.

David Petersen

David Petersen nasceu em 1977. Sua carreira artística começou logo a seguir. Uma dieta constante de desenhos animados, quadrinhos e escalada em árvores alimentou sua imaginação e ainda inspira seu trabalho até hoje. Ele obteve seu bacharelado em gravura pela Eastern Michigan University e mora em Michigan com sua esposa, Julia, e seu cachorro.

David F. Walker

David F. Walker é roteirista de quadrinhos premiado, cineasta, jornalista e educador. Sua carreira de escrita começou nos anos 1990 com o zine autopublicado BadAzz MoFo. Em 1997 ele produziu e dirigiu Macked, Hammered, Slaughtered and Shafted, um documentário longo sobre a história dos filmes blaxploitation. Walker é melhor conhecido pelo seu trabalho em quadrinhos e romances gráficos, que incluem The Life of Frederick Douglass (Ten Speed Press), a série Bitter Root (Image Comics) indicada ao Eisner e a série criticamente aclamada Naomi (DC Comics). Ele já escreveu para a Marvel Comics (Luke Cage, Occupy Avengers, Power Man and the Iron Fist, Nighthawk, Fury, Deadpoll), para a DC Comics (Cyborg, Young Justice), Dynamite Entertainment (Shaft) e Dark Horse (Number 13). Ele dá aulas durante parte do tempo na Universidade Estadual de Portland.

Diana Salu

Diana Salu é de Brasília. Em sua trajetória destaca-se a conexão com o fazer artístico autoral, independente, dissidente e seu interesse caminha pelo que mora entre corpo, poesia e visualidades. Desde 2013, publica seus trabalhos principalmente de forma autônoma em zines, livros e revistas. Destaca-se 'Cartas para Ninguém' (2019-2021, Padê Editorial) vencedor do troféu HQMIX 2020 na categoria projeto gráfico - onde trabalha o hibridismo de linguagens e gêneros, com um olhar para a poesia, o desenho, a paisagem e a memória - ; e "Então você quer escrever personagens trans?" (2021, independente). Além de ter diversos quadrinhos curtos publicados nas zines da ‘MÊS editora’ (2013-2017), da qual foi uma das fundadoras, participou de coletâneas de quadrinhos e literatura, como "Segunda-feira eu paro" (Independente, 2019), "Quadrinhos Queer" (Editora Skript, 2020), "Histórias Quentinhas Sobre Existir" (Independente, 2021) e "Tomar Corpo" (Editora Jandaíra, 2021). Foi idealizadora da Dente – feira de publicações e trabalhou na produção do evento até a sua quinta edição. Em 2021 deu início ao "Transzine-se: laboratório de fanzines", espaço de invenção e troca entre pessoas trans que tem a zine como centro para processos de criação pessoal e coletivos.

Dieferson Trindade

Dieferson Trindade nasceu em Porto Alegre e é ilustrador freelancer, mas sua paixão mesmo é desenhar, escrever quadrinhos e contar histórias. Já publicou várias obras por financiamento coletivo e suas histórias transitam por temas familiares e sensíveis.

Diego Aguiar Vieira

Diego Aguiar Vieira é jornalista, escritor, roteirista de quadrinhos e cinema, tradutor e editor. Já traduziu autores como H. P. Lovecraft, Ambrose Bierce e James Joyce. É autor dos livros Macuconha (independente - sob o pseudônimo de Tompinhão Coelho) e o livro O Apocalipse Amarelo: Uma Torre para Cthulhu (Avec Editora), além de ter escrito os quadrinhos Pássaros Artificiais, com arte de Antonio Eder, e Crônicas de Calavera: Memento Mori e O Pintor do Fim do Mundo, ambos com arte de João Ferreira, criador do personagem. Como editor, relançou o clássico nacional Retrato Falado, de Lor, pela Mambembe Livros. Nascido em Macuco, vive em Belo Horizonte, com a esposa e uma gata.

Douglas Wolk

Douglas Wolk é autor e crítico de livros sobre quadrinhos, graphic novels, música pop e tecnologia, e já escreveu para a The New York Times, Rolling Stone, The Washington Post, Los Angeles Times, The Believer, Slate e Pitchfork. Ele reside em Portland, Oregon.

Eduardo Medeiros

Eduardo Medeiros é autor de histórias em quadrinhos desde 2007, além de trabalhar como ilustrador de livros, revistas e jornais. Já publicou Mondo Urbano (onipress/Devir/Mino), A história mais triste do mundo (Stoutclub), Strange Tales (Marvel), Sopa de Salsicha (Cia das letras), Open Bar (Panini), Gothan Academy (DCcomics), FunnyCreek (Comixology originals/ Pipoca e Nanquim) e Joker 80th (DCcomics/ roteiro). Eduardo é membro da produtora de histórias em quadrinhos StoutClub.

Eliana Oda

Biografia indisponível

Félix Vega

Félix Vega aprendeu a ilustrar e contar histórias com seu pai, Oskar, ilustrador e cocriador do personagem Mampato e professor de aquarela. Ainda muito pequeno, durante uma visita ao Museu Nacional de História Natural do Chile, ficou maravilhado com o esqueleto de baleia e a múmia do menino da montanha El Plomo. Essas imagens, gravadas em sua memória, foram o embrião de Juan Buscamares, HQ pós apocalíptica em quatro volumes que seria traduzida para diversos idiomas. Parte de sua obra (Maria Dólares, Assassinos Anônimos e Os Dois Sorrisos) realizou com o roteirista espanhol Enrique Sánchez Abulí. Seu trabalho já foi publicado na França, Espanha, Itália, Alemanha, Holanda, Eslovênia, Brasil, Argentina, Japão, Andorra e Estados Unidos. Entre seus títulos, se destacam Duam, Face e o livro de ilustrações Muses. Sua última obra para o mercado francês é Vinland: A Cólera de Thor. Ilustrou o quadrinho da ópera-rock Transitus do grupo Ayreon. É coautor do romance gráfico Os Fantasmas de Pinochet junto com o escritor Francisco Ortega, publicado no Brasil pela Conrad. Junto com a cantora e compositora Camila Moreno, fez a história em quadrinhos El Fuego Secreto. Seu último trabalho para o mercado franco-belga é Vinland, publicado em espanhol com o título Thor y la Mujer Águila.

Fernando Luna

Fernando Luna Vicente é músico, roteirista e produtor de rádio espanhol, diretor de dublagem e produtor artístico. Suas atividades profissionais e seu trabalho foram realizados na Rádio Nacional de España, TVE, Canal Plus e na Fundação Germán Sánchez Ruipérez.

Flavio Colin

Flavio Colin começou a atuar em quadrinhos na década de 1950 e já teve seus trabalhos publicados na Bélgica, na Itália, na Espanha e em Portugal. Foi três vezes ganhador do prêmio HQMix e duas vezes agraciado com o Angelo Agostini.

Francisco Ortega

Francisco Ortega é autor de Trilogia de los Césares e dos romances Salisbury e El cáliz secreto. Também escreveu a saga infantil Max Undermales e, em coautoria com Nelson Dániel e Gonzalo Martínez, produziu os romances gráficos 1899, 1959 e Mocha Dick — A Lenda da Baleia Branca, esta última publicada no Brasil pela Conrad. Publicou os livros de não ficção Dioses Chilenos y Alienígenas e Los Nuevos Brujos: 22 Conspiraciones que Dominan el Mundo, em parceria com Juan Andrés Salfate. Atualmente, trabalha em um romance de ficção científica, a ser publicado ainda neste ano no Chile, e em roteiros e histórias de projetos para séries de TV para plataformas como StarzPlay, Apple, Amazon e HBO.

Gabriela Güllich

Gabriela Güllich é formada em Jornalismo pela Universidade Federal da Paraíba. Atua como jornalista, quadrinista e os dois ao mesmo tempo. Publica a coluna Entre Quadros, projeto de entrevistas ilustradas no site Mina de HQ. Já trabalhou com veículos como SOLRAD Mag, VICE Brasil, Deutsche Welle, Revista Barril, Lição de Casa e Revista Badaró. Participou do Projeto IMS Convida (Instituto Moreira Salles) e das coletâneas Café Espacial #17, Pé-de-Cabra 2 e Revista Mina de HQ. Seus títulos também incluem: Jogo de Sombras, Quatro Cantos de Um Todo (Sesc PB) e Filhas do Campo: um retrato em quadrinhos de agricultoras assentadas na Paraíba.

Gegê Schall

Gegê Schall é autora de quadrinhos natural de São Paulo, cujas obras foram publicadas pela BOOM! Studios, Image Comics, Dark Horse, IDW Publishing, Humanoids Inc., Conrad Editora, Balão Editorial, Zarabatana Books, entre outras, incluindo publicações independentes. Seus trabalhos mais recentes incluem a minissérie de ficção científica Made in Korea (Conrad) e o drama familiar cômico Chasing Echoes (Humanoids Inc.). Atualmente vive em Barcelona e pode ser encontrada on-line no Twitter e Instagram gegeschall. Além disso, às vezes transmite seu processo de trabalho (ou apenas bate-papo) em twitch.tv/george_schall.

George Schall

George Schall é artista e escritora de São Paulo, Brasil, e seus trabalhos já foram publicados na BOOM! Studios, Image Comics, Dark Horse, IDW, Humanoids Inc. Seus últimos trabalhos são Made in Korea, Better Angels e Chasing Echoes. Você pode encontrá-la no Instagram e Twitter como @georgeschall ou em live streaming como Twitch.tv/george_schall.

Georges Bess

Georges Bess é um quadrinista francês. Morou por alguns anos na Suécia, onde fez ilustrações para a revista Mad e vários capítulos de Fantasma de Lee Falk. Logo depois de uma viagem ao Tibete, Bess conheceu e começou a colaborar com Jodorowsky, uma colaboração que se tornaria uma longa e bem-sucedida parceria colaborativa.

Geraldo Borges

Geraldo Borges é natural de Fortaleza e atua no mercado internacional de quadrinhos desde 2007. Tem trabalhado para algumas das mais importantes editoras americanas como DC Comics, Marvel, Dark Horse, Heavy Metal e Dynamite. É sócio da ArtistGO!, agência que representa artistas a partir do Chile. Também é sócio de Quadriños, escola de desenho e HQs em Santiago, no Chile. É co-criador de "O Último Detetive"

Gonçalo Junior

Formado em jornalismo e direito, Gonçalo Junior trabalhou em vários jornais (Jornal da Bahia, Bahia Hoje, Tribuna da Bahia, Gazeta Mercantil e Diário de S. Paulo) como repórter e editor. É autor de mais de 50 livros, principalmente biografias (Rubem Alves, Herbert Richers, Assis Valente, O Bandido da Luz Vermelha, Jacob do Bandolim, Milo Manara e outros). Sua primeira obra saiu em 2001, pela Conrad: Pais da TV. Pelo mesmo grupo editorial lançou a versão em quadrinhos de Triste Fim de Policarpo Quaresma, de Lima Barreto. Como escritor, ganhou quatro vezes o Troféu HQMix. O primeiro, de 1997, com a pesquisa que baseou o livro A Guerra dos Gibis — a formação do mercado editorial brasileiro e a censura aos quadrinhos, 1933 a 1964. Escolhido o melhor livro teórico sobre quadrinhos no Troféu HQMix de 2005, ele sai agora em edição revista e ampliada pela Conrad em 2023.

Gonzalo Martínez

Gonzalo Martínez (1961) é arquiteto formado na Universidade do Chile e tem um passado obscuro como trompetista de jazz. Desde 2004 tem se dedicado exclusivamente à criação de histórias em quadrinhos, que tem sido sua paixão ao longo de sua vida. Seus livros foram publicados no Chile, Argentina, Colômbia, México, Estados Unidos, Nova Zelândia e, agora, no Brasil. Já publicou Road Story e as HQs Quique Hache Detective.

Greg Stella

Nascido em Curitiba, Greg Stella é autor do fanzine Nas Dobras do Mundo e das HQs Meu Pai é um Homem da Montanha, Eles Estão Por Aí e Sob o Solo, feitas em parceria com sua esposa, Bianca Pinheiro. É mestre em Literatura Brasileira pela Universidade Federal do Paraná.

Guilherme Bon

Guilherme Bon, nascido em Nova Friburgo em 1993, trabalhou como ator, diretor, dramaturgo de teatro, roteirista, e como palhaço por um tempo, eventualmente como ilustrador e brevemente como professor de piano. Desde criança, quando lia Homem Aranha, Asterix e Turma da Mônica, sonhava também em fazer histórias em quadrinhos.

Gustavo Lambreta

Gustavo Lambreta é formado em design gráfico pela Mackenzie e trabalha com arte desde 2000. Já trabalhou em agências de publicidade, freelancer e também como professor em escolas técnicas. Em 2015, com outros autores, fundou o Coletivo Escape HQ e publicou cinco edições as quais foi editor-chefe das quatro primeiras. Em 2017 participou da coletânea Marcatti 40 que ganhou o HQ Mix de 2018.

Hiromi Goto

Hiromi Goto é uma emigrante do Japão que vive no Canadá. Ela escreveu Chorus of Mushrooms, The Kappa Child e mais três romances para crianças e jovens, um livro de poesia e uma coleção de contos. Vida nas sombras é sua primeira graphic novel.

Howard Cruse

A carreira de Howard Cruse como um cartunista underground foi lançada durante os anos 1970 e, em 1980, ele foi o editor fundador da inovadora série Gay Comix. Sua história em quadrinhos Wendel foi serializada no The Advocate durante grande parte da década de 1980. Stuck Rubber Baby: Quando Viemos ao Mundo é seu trabalho mais conhecido e foi vencedor do prêmios Eisner e Harvey nos Estados Unidos e (na tradução) o prêmio Comics Critics na Espanha, prêmio Luchs na Alemanha e um Prix de la critique no Festival Internacional de Quadrinhos em Angoulême, França.

Isabor Quintiere

Isabor Quintiere nasceu em 1994 na Paraíba, onde mora até hoje. É graduada e mestre em Letras pela Universidade Federal da Paraíba e autora do livro de contos A cor humana (2018). Recebeu em 2019 o Prêmio Odisseia de Literatura Fantástica por seu conto de terror Madres. Fã de Junji Ito e de narrativas literárias que causam desconforto, Jogo de Sombras (2021) é sua primeira aventura nos quadrinhos como roteirista.

James Stokoe

Biografia indisponível

Jayson Santos

Jayson Santos é ilustrador freelancer e faz quadrinhos desde que se entende por gente. Formado em design gráfico e apaixonado em contar histórias, já publicou mais de dez obras em seu site, e também possui um canal no YouTube no qual ensina como fazer quadrinhos. Atualmente publica em seu site a webcomic Hooligan. Em uma pausa no quadrinho em 2016, começou a rabiscar as primeiras ideias do que se tornou o universo fantástico de Makai, palco de seu quadrinho Makai Mail – O Serviço de Entregas Infernal.

Jeff Jensen

Jeff Jensen foi roteirista da série de TV Watchmen, da HBO, indicado aos Prêmios Hugo e Nebula, e roteirista e produtor executivo do filme Tomorrowland: um lugar onde nada é impossível, de 2015. Sua graphic novel Green River Killer: A longa caçada a um psicopata, que retratou a vida e a carreira de seu pai, o detetive Tom Jensen, ganhou o Eisner Award de Melhor obra baseada em fatos. Passou 19 anos trabalhando na revista Entertainment Weekly Magazine como redator sênior, crítico e repetidor detalhista de programas de TV. Mora em Lakewood, Califórnia, com seus três filhos e um gato; atualmente colabora com sua noiva em um novo e inspirador projeto que envolve anéis, bolo e beijos. Se houvesse apenas uma palavra para tudo isso;

Jefferson Costa

Jefferson Costa é quadrinista, ilustrador, storyboarder e desenhista de personagens e cenários em séries de animação e longa-metragens. É coautor do livro ilustrado Anansi, e já lançou diversos quadrinhos, entre eles Orixás-IKU, A Dama do Martinelli, a graphic MSP Jeremias – Pele, pela qual ganhou junto de Rafael Calça dois Troféus HQMix (Melhor Edição Especial Nacional e Melhor Publicação Juvenil) e o Prêmio Jabuti (Melhor História em Quadrinhos), e sua continuação Jeremias – Alma que também recebeu dois Troféus HQMix (Melhor Roteirista Nacional e Melhor Publicação Juvenil). Já Roseira, Medalha, Engenho e outras histórias, lançado pela Pipoca&Nanquim, foi vencedor de três Troféus HQMix (Melhor Edição Especial Nacional, Melhor Desenhista Nacional e Novo Talento Roteirista).

Jeremy Holt

Jeremy Holt é autore não binárie e seus trabalhos mais recentes são Virtually Yours, Before Houdini e Skip to the End. Elu recebeu muitos elogios de Brian K. Vaughan (Y: O Último Homem, Saga e Fugitivos), assim como do mágico e criador de palavras-cruzadas David Kwong. Seu Twitter é @jeremyholtbooks.

João Ferreira

João Ferreira é arte-educador, quadrinista e ilustrador freelancer. Além da trajetória em salas de aula e ateliês, já colaborou diversas vezes com publicações como Clássicos Revisitados, Revista Calafrio (de terror) e Undeadman. Como trabalho autoral é o criador da série de quadrinhos "Crônicas de Calavera" com três volumes já produzidos, sendo dois deles Memento Mori e O Pintor do Fim do Mundo, feitos em parceria com o roteirista Diego Aguiar.

João Velozo

João Velozo é fotojornalista de Recife, vencedor do Prêmio Yunghi Grant em 2018 e do Troféu HQMix em 2020.

Johanne Hildebrandt

Johanne Hildebrandt é uma jornalista e escritora sueca. Foi correspondente de guerra por mais de dez anos, cobrindo a Guerra Civil Iugoslava e do Afeganistão. Em 2001 publicou o livro Blackout relatando suas experiências nos Bálcãs, rendendo-lhe um dos prêmios mais importantes do jornalismo sueco, e entre 2002 e 2004 lançou a Saga de Valhala, sua série de livros mais famosa. Deixou de ser correspondente de guerra em 2010 para se concentrar em escrever seus livros e em colunas de jornal, e foi a primeira mulher a entrar na Academia Real Sueca de Ciência da Guerra em 2012.

Jorge Zugliani (Jozz)

Jorge Zugliani assina seus trabalhos como Jozz. Nasceu em Jaú, interior de São Paulo, em 1983. É ilustrador, autor de quadrinhos, designer editorial, professor e pesquisador universitário. Cursou desenho e ilustração na Quanta Academia de Artes (2004 - 2005), graduou-se em Design Gráfico pela Universidade Mackenzie (2006), pós-graduação em Design Editorial pela Universidade SENAC (2012), mestrado em Design pela Unesp Bauru (2020) e agora doutorando em Design pela mesma instituição. Em 2008, ganhou o Troféu HQMIX na categoria Desenhista Revelação. Em animação, integrou a equipe de Alê Abreu durante os filmes “O Garoto Cósmico”, “Passo”, “O Menino e o Mundo”. Além de outros trabalhos como “Divino De Repente”, de Fábio Yamagi; “Pintas”, de Marcus Vasconcelos e “Torre”, de Nádia Mangolini. Seu mais recente trabalho é A Cidade Submersa (Atelier Garabato, 2020).

José Aguiar

José Aguiar (quadrinhofilia) é mestre em Tecnologia e Sociedade pela UTFPR. Premiado quadrinista também publicado na Europa. Indicado ao Prêmio Jabuti pelos seus livros Reisetagebuch – uma viagem ilustrada pela Alemanha, Coisas de adornar paredes, A infância do Brasil e CWB. Este último também foi finalista do Prix BD Alternative do Festival de Angoulême, na França. Sua tira de humor Nada com coisa alguma é publicada diariamente no jornal O Globo. Escreveu sobre HQ e cultura pop na Folha de SP e no site Omelete. Autor da tira adolescente Malu, disponível em wwwmalucacombr e de Debaixo D'água, HQ autobiográfica com roteiro de Fernanda Baukat.

Ju Loyola

Ju Loyola é natural de São Paulo, SP. Quadrinhista e ilustradora/designer freelancer. Formada em Design Gráfico pela Escola Panamericana de Arte e Design. Já trabalhou como cleanup/intervalações de animação para a produção do filme "Fúria & Amor". Atualmente desenha histórias em quadrinhos com narrativa visual sem falas (história muda), como "The Witch Who Loved", "Perdida na Floresta" e histórias curtas.

Junji Ito

Junji Ito é um aclamado mangaká japonês especialista em histórias de terror, natural de Gifu. Suas obras possuem influência do mangaká de horror Kazuo Umezu e também do escritor H.P. Lovecraft, e já foram publicadas pelo mundo inteiro. Outros mangás de sua autoria são Uzumaki, Fragmentos do Horror e Tomie, sua obra de estreia pela qual recebeu menção honrosa no Prêmio Umezu Kazuo na categoria Novos Talentos.

Junpei Azumi

Junpei Azumi é escritor de terror, roteirista e alpinista japonês. Suas obras têm principalmente "terror nas montanhas" como tema e na grande maioria se passam nos Alpes setentrionais. Nas Montanhas do Terror (Yamakaidan) é seu primeiro mangá.

Keiji Nakazawa

Keiji Nakazawa foi um mangaká japonês sobrevivente da bomba de Hiroshima em 1945. Aos seis anos de idade, perdeu a família, exceto a mãe, no incêndio provocado pelo primeiro ataque com a bomba atômica. Em 1961 mudou-se para Tóquio e começou a trabalhar como quadrinista em publicações como Shonen Gaho e Shonen King. Após a morte da mãe em 1966, Nakazawa passou a realizar histórias autobiográficas, inspirado em suas lembranças da infância e juventude. Entre esses trabalhos, destaca-se Gen Pés Descalços. Sua obra-prima foi traduzida para mais de dez idiomas, e recebeu também uma versão animada e liveaction. Embora tenha ficado famoso pelos retratos de guerra pacifistas, o artista realizou histórias nos mais diversos gêneros. Nakazawa anunciou sua aposentadoria em 2009 quando teve os primeiros sinais de diabetes e catarata. Faleceu em 2012, vítima de câncer de pulmão.

Kelly Sue DeConnick

Kelly Sue DeConnick iniciou sua carreira na indústria dos quadrinhos adaptando gibis japoneses e coreanos para o inglês. Cinco anos e mais de dez mil páginas adaptadas depois, ela estreou nos quadrinhos estadunidenses com 30 Dias de Noite: Eben And Stella, para Steve Niles e a editora IDW. Logo se seguiram trabalhos para Image, Boom, Oni, Humanoids, Dark Horse, DC, Vertigo e Marvel. Hoje, DeConnick é mais conhecida por surpreendentes sucessos como a reformulação de Carol Danvers como a Capitã Marvel e o faroeste mitológico Pretty Deadly, indicado ao Prêmio Eisner e cocriado com sua amiga e antiga colaboradora, a desenhista Emma Ríos. A obra que você tem em mãos, a ficção científica soco-no-estômago que é Bitch Planet – Planeta Das Vagabundas, foi cocriada com Valentine De Landro e foi lançada com elogiosas críticas em dezembro de 2014. DeConnick mora em Portland, no estado norte-americano do Oregon, com seu marido Matt Fraction e seus dois filhos.

Kevin Panetta

Kevin Panetta é um escritor de quadrinhos e cocriador da série de garotas mágicas Zodiac Starforce, publicada pela Dark Horse Comics. Ele cresceu em Nova York e no Alabama, mas atualmente vive a meio caminho entre os dois, em Washington, DC. Bloom é sua primeira graphic novel.

Kun-woong Park

Nascido em Seul, na Coreia do Sul em 1972. Kun-woong Park adorava desenhar desde criança e se formou em pintura na faculdade. É interessado em histórias contemporâneas ocultas da Coreia e transmite-as na forma de quadrinhos. Todas as suas obras são explicitamente políticas e profundamente enraizadas na história de seu país, e a maior parte delas é em preto e branco, com um traço que lembra carvão, tornando seu trabalho bastante único. Entre suas obras mais famosas estão Flor, História de Hong e Tempo animal. É considerado um dos maiores quadrinistas da Coreia do Sul, já ganhou diversos prêmios e teve muitas de suas obras publicadas no exterior, especialmente na França.

Laerte Coutinho

Laerte Coutinho é chargista, cartunista e roteirista brasileira. Já contribuiu para diversas publicações na Veja, Isto É, O Pasquim, Folha de São Paulo e O Estado de São Paulo. Laerte é uma das mais importantes cartunistas do Brasil e criadora de personagens emblemáticos como os Piratas do Tietê, Hugo Baracchini, Suriá e Overman.

Leo Finocchi

Leo Finocchi é autor, vencedor de três prêmios HQMIX, de Melhor Web Quadrinhos (2018) e Melhor Publicação de Humor (2020) com Hell NO! e o de Melhor Publicação de Humor (2016) com o Guia Culinário do Falido. Já publicou vários quadrinhos, tanto independentes, quanto por editora e animou diversas séries de TV e filmes, como My Little Pony: The Movie, Turma da Mônica, Historietas Assombradas pra Crianças Malcriadas, Tromba Trem, Meu Amigãozão, Rick and Morty, The Boys presents Diabolical, Star Wars: Galactic Pals e muitas outras.

Lorenzo Mattotti

Lorenzo Mattotti vive e trabalha em Paris. Em 1984, seu livro Fuochi foi recebido como um evento no mundo dos quadrinhos e ganhou inúmeros prêmios internacionais. Hoje, os livros do artista são publicados em todo o mundo e seus desenhos são impressos nas capas e nas páginas da imprensa internacional. Lorenzo Mattotti também desenha vários cartazes, como por exemplo para o Festival de Cinema de Cannes e o Festival de Cinema de Veneza. Mais de 40 exposições pessoais foram dedicadas a ele em todo o mundo, incluindo retrospectivas no Palais des Expositions em Roma, no museu Frans Hals em Haarlem, no museu Porta Romana em Milão, no FHEL em Landerneau ou na Villa Manin na Itália. Com o lançamento nos cinemas em 2019 de seu primeiro longa de animação, A Famosa Invasão dos Ursos na Sicília, o universo de Mattotti agora se desdobra entre cinema, quadrinhos, desenho e pintura.

Manuel Gutiérrez

Manuel Gutiérrez é autor e pesquisador de quadrinhos nascido em Ceuta. Depois de graduar-se em Belas Artes em Granada, foi direcionando seus passos profissionais para o setor editorial e há mais de dez anos realiza trabalhos como diretor de arte, ilustrador, desenhista, roteirista e poeta. Atualmente, sob a supervisão de Sergio García Sánches, prepara seu doutorado em História e Arte focado em um estudo teórico-prático sobre narrativas e estruturas alternativas dentro da linguagem dos quadrinhos e seu vínculo com a poesia.

Manuel Romero

Manuel Romero, nascido em Ribafrecha, La Rioja, é pintor e ilustrador profissional. Formado em Belas Artes pela Universidade Complutense de Madri, ganhou inúmeros prêmios de ilustração, desenho e pintura; e trabalhou para as mais importantes agências de propaganda da Espanha, fazendo layouts, artes-finais e ilustrações para storyboards. Além de ser colaborador habitual do jornal La Rioja, já ilustrou mais de cinquenta livros infantis. Goya Saturnália é seu primeiro trabalho como autor profissional de quadrinhos.

Marcus Kwame Anderson

Marcus Kwame Anderson é ilustrador, pintor e professor. Muitos dos seus trabalhos exploram a beleza e a diversidade da diáspora africana. Ele se formou na State University of New York em Fredonia com um diploma em ilustração. Anderson é o co-criador da série de quadrinhos Snow Daze e já ilustrou histórias na série Cash and Carrie e de F.O.R.C.E da Action Lab. Ele ainda possui muitas histórias para contar. Marcus Kwame Anderson é um ilustrador, pintor e professor. Muitos dos seus trabalhos exploram a beleza e a diversidade da diáspora africana. Ele se formou SUNY Fredonia com um diploma em ilustração. Anderson é o co-criador da série de quadrinhos Snow Daze e já ilustrou histórias na série Cash and Carrie e de F.O.R.C.E da Action Lab. Ele possui muitas histórias para contar.

Mariapaola Pesce

Mariapaola Pesce Genovesa de nascimento, livreira por herança familiar, também formadora e executive coach, hoje se ocupa finalmente de escrita e formação. Desde Si j’étais une souris, seu primeiro livro ilustrado publicado por Grasset, publicou Filo il amico immaginario (Eli Publishing), La collana della nonna (Il Castoro), Case nel mondo (ElecktaKids), os primeiros dois volumes da série Alice in Austenland (Hop Edizioni), Fuga da campo sventura (Bonelli Kids) e Il grande viaggio di Naoki (Jaca Books). Atualmente faz parte da direção artística do festival 9mbreinlibro.

Marília Marz

Marília Marz é ilustradora e quadrinista. Entre seus principais trabalhos, estão a HQ curta Pra Onde Vamos, Pai?, para o programa IMS Convida, do Instituto Moreira Salles; e a HQ autoral Indivisível, que lhe rendeu uma indicação ao troféu HQMix 2020 na categoria "Novo Talento – Roteirista". Indivisível também foi aprovado no Plano Nacional do Livro Didático (PNLD) Literário 2021. Marília também é chargista do jornal Folha de São Paulo aos sábados.

Mário César

Duas vezes finalista do Prêmio Jabuti e quatro vezes vencedor do Troféu HQMix, Mário César é cartunista, autor e editor de histórias em quadrinhos. Foi um dos primeiros autores a tratar abertamente de questões de gênero e identidade nos quadrinhos brasileiros. Além disso, é cocriador e um dos organizadores da POC CON, feira LGBTQIA+ de quadrinhos e artes gráficas.

Max Andrade

Max Andrade, nascido em 1991 no interior de Minas Gerais, iniciou a carreira nos quadrinhos em 2008. Escreveu e desenhou a série Tools Challenge; The HYPE, junto com Marcel Ibaldo, vencedora do Troféu HQMix; Juquinha - O Solitário Acidente da Matéria, e muitas outras. Foi premiado no concurso internacional Silent Manga Audition que o levou ao Japão três vezes. Em 2022, lançou a Graphic MSP Anjinho - Além, reinterpretando o clássico personagem de Mauricio de Sousa.

Mel Zohar

Mel Zohar Formou-se no ensino secundário artístico e em seguida na escola romana de quadrinhos em 2015. Ao mesmo tempo que se aproximava do mundo da fotografia, ganhou uma bolsa de estudos na Scuola Romana di Fotografia e Cinema. Hoje trabalha profissionalmente com fotografia e ilustração, colaborando com realidades independentes.

Miguelanxo Prado

Escritor e desenhista, Miguelanxo Prado nasceu na Espanha, em 1958. Estudou arquitetura e antes de se voltar aos quadrinhos, dedicou-se à pintura e à escrita. Revelação das HQs espanholas em 1988 com o seu primeiro álbum Mundo Cão, já lançado no Brasil, a sua carreira tem sido recheada de sucessos como Traço de Giz, que recebeu o prêmio dos livreiros BD 93, o Alph-art do melhor álbum estrangeiro de Angoulême e o prêmio especial do Festival de Sierre em 1994, em 1997 foi indicado ao prêmio Eisner na categoria de melhor pintor com o álbum Tangências, também lançado no Brasil pela Conrad. Outros títulos famosos são uma adaptação de "Pedro e o Lobo" em quadrinhos, Fragmentos da Enciclopédia Délfica, Stratos, Crônicas Incongruentes e Quotidiano Delirante, entre tantos outros. Também já participou da animação Homens de Preto na concepção visual da série e dos personagens e ilustrou a história “Sonho” do romance Sandman: Noites sem Fim de Neil Gaiman.

Mimika Ito

Mimika Ito é uma mangaká japonesa especialista em histórias de terror. Sua obra mais famosa é Mierundesu (literalmente, "Eu consigo ver fantasmas").

Moisés Hidalgo

Moisés Hidalgo é ilustrador e quadrinista chileno da BOOM! Studio. Influenciado por mangás e comics americanos, estudou no Instituto Profissional de Arte e Comunicação Arcos de Santiago e tem desenhado desde então. Já publicou os quadrinhos Might Morphin Power Rangers, Buffy Vampire Slayer e Dark Blood.

Pablo Casado

Pablo Casado é natural de Maceió, Alagoas. Roteirista, é coautor da graphic novel Sabor Brasilis, que aborda os bastidores de uma novela do horário nobre, e de Soul Ink, ficção científica sobre um tatuador em busca de vingança. Vencedor do Troféu HQMIX por Mayara & Annabelle: Hora Extra.

Paco Roca

Paco Roca é um consagrado ilustrador, roteirista e autor de quadrinhos espanhol. Nasceu em Valencia em 1969, estudou Belas-Artes e trabalhou em publicidade antes de abrir seu próprio estúdio de ilustração. Seus trabalhos são largamente premiados, entre eles A Casa, O Inverno do Desenhador e Os Trilhos do Acaso. Rugas já foi adaptado para cinema em 2012, e o filme recebeu dois prêmios Goya.

Paulo Bruno

Paulo Bruno é um artista cearense-caririense, Ilustrador e autor de Histórias em Quadrinhos. Graduado em Licenciatura em Artes Visuais pela Universidade Regional do Cariri (URCA). Teve participação na coletânea independente em quadrinhos Linha Alternativa nº 2 (2017) e nº 3, (edição com indicação ao Troféu HQMIX, 2018) pelo coletivo Estação 9. Autor da Web Comic Direitos Humanos em Quadrinhos que saiu pela Universidade Federal do Cariri (2021), Interpretando (2021) e Afetos (2022), ambos projetos independentes de compartilhamento virtual de tiras (Interpretando teve indicação ao Troféu HQMIX, 2021).

Paulo Moreira

Paulo Moreira é ilustrador e quadrinista paraibano, e entrou no mundo dos quadrinhos em 2016, fazendo tirinhas de humor na internet. Em 2017, lançou de forma independente sua primeira HQ, Operação Dragão Negro, publicada posteriormente pela Conrad em formato digital. Desde então, já publicou Mar menino, Mar minha gente, Ana, Mosquinha e Lagartixinha, Bom dia, Socorro, e agora lança Só as Melhores pela Conrad.

Pedro Ivo

Pedro Ivo é escritor, roteirista, desenhista e artista de quadrinhos. É autor da coleção O Cidadão Incomum, que mescla super-heróis e terror nacional, a qual conta com um livro homônimo, uma continuação, O Cidadão Incomum 2: Surreal, e uma história em quadrinhos, Cidadão Incomum – O Sexto Poder, lançados pela Conrad Editora. É coautor e ilustrador do livro Entre Mundos. "Como artista e profissional, o meu negócio é criar peças de entretenimento NO Brasil e PARA o Brasil".

Pedro Tralkan

Pedro Tralkan é ilustrador, designer gráfico e desenvolvedor de sites. Motivado para encontrar novas formas de expressão visual, decidiu diversificar seu espectro criativo e iniciou em 2010 um processo pesquisa e aprendizagem na área da ilustração digital e de histórias em quadrinhos.

Pedro Vó

Pedro Vó é artista visual e designer gráfico residente em São Paulo. Seus quadrinhos ficam entre a narrativa autobiográfica e autoficcional. Lançou Orbital pela Balão Editorial em 2022, Desenredos com a escritora Camila Loricchio em 2018 e Shallow Spaces de forma independente em 2017, sendo essas duas últimas publicadas de forma digital pela Conrad Editora em 2023. Seu amor por desenho e memória acompanha seu trabalho desde sempre.

Rafael Calça

Rafael Calça é ilustrador e roteirista de histórias em quadrinhos. Já fez ilustrações para diversos livros e revistas, incluindo publicações das editoras Abril, Ática, Globo, LeYa e Moderna. Participou das coletâneas Front #16, (ViA Lettera), Quebra-Queixo - Technorama vol. 3 (Devir) e Crônicas da Terra da Garoa (Sesi-SP). Em 2019, recebeu o Troféu Angelo Agostini de Melhor Roteirista pelo álbum Jeremias - Pele, e pela mesma obra, ganhou junto de Jefferson Costa dois Troféus HQMix (Melhor Edição Especial Nacional e Melhor Publicação Juvenil) e o Prêmio Jabuti (Melhor História em Quadrinhos).

Rafael Moralez

Biografia indisponível

Regiane Braz

Regiane Braz se interessou por quadrinhos desde a infância e seu amor pela arte só cresceu ao longo do tempo. Acabou encontrando seu caminho na educação infantil, área que atua há vinte e três anos sendo bem mais que uma educadora. Ela ensina os pequenos através do canto, escrita, desenhos e outros métodos. Em 2021, participou de Dossiê Bizarro, um álbum publicado pela Escript Editora. Conheceu Marília Marz por um financiamento coletivo focado em contar, por meio dos quadrinhos, as experiências e histórias com o racismo. Assim nasceu o roteiro de Em ti me vejo, projeto abraçado por Marília e que agora é parte do catálogo da Conrad em forma impressa e digital.

Ricardo Tayra

Ricardo Tayra é jornalista, produtor cultural e roteirista. Amarelo Seletivo é sua primeira HQ autoral, lançada originalmente pelo seu selo e site independente SaposVoadores. Já roteirizou para o Instituto dos Quadrinhos, escreveu para publicações sobre quadrinhos e cultura pop, como o site Universo HQ, e atuou em assessorias de imprensa. Atuou por 10 anos na produção de eventos e produtos sobre quadrinhos para o Itaú Cultural, como a Banca de Quadrinistas, a série audiovisual Caminhos da HQ e as exposições do projeto Ocupação Itaú Cultural que homenagearam Angeli, Laerte e Glauco (vencedoras do Troféu HQMIX). Estudou roteiro e HQs com Lourenço Mutarelli, Klebs Junior, Marcelo Cassaro e JM Trevisan, além de edição de quadrinhos com Sidney Gusman, Cassius Medauar e Guilherme Kroll, entre outros mestres. Criou, a partir da HQ, o site amareloseletivocombr, espaço para informações e processo criativo sobre a história e sua continuação, além de mapeamento e divulgação de outros quadrinistas nipo-brasileiros.

Ricardo Tokumoto (Ryot)

Ricardo Tokumoto, ou Ryot, nasceu na cidade de Limeira, interior de São Paulo. Mudou-se pra Belo Horizonte em 2006 e cursou a faculdade de Belas Artes na UFMG, com bacharelado em Cinema de Animação. É responsável pelo site ryotiras, além de fazer quadrinhos pra revista MAD e outras publicações esporádicas. Faz parte do coletivo Pandemônio e também trabalha como ilustrador em vários setores, principalmente na área de livros infantis. Em 2015 foi vencedor do concurso nacional Brazil Mangá Awards (BMA) com a obra Starmind e em 2016 ganhou o Troféu HQ Mix de melhor webquadrinhos com Ryot IRAS.

Rodrigo Bueno

Biografia indisponível

Ryan Andrews

Ryan Andrews é um ilustrador e cartunista que vive na região rural do Japão. Ele trabalha em sua mesa de desenho nas primeiras horas do dia, desenhando quadrinhos, ilustrando capas de livros e desenhando paisagens para desenhos animados, tudo ao som de javalis e texugos que vêm da floresta remexendo os arredores, procurando por cogumelos e castanhas. Pela Conrad, Andrews já publicou o quadrinho Este era o nosso pacto.

Ryo Sumiyoshi

Mangaká de origem japonesa, Ryo Sumiyoshi, que também assina como Ryo Suzuri, é responsável pelos mangás Centauros, Our Torsos Align: Human x Monster Love, Tekkai no Senshi, MADK, entre outros. Também atuou como designer de personagens na franquia Monster Hunter.

Sam Hart

Sam Hart é artista de HQs em graphic novels como Joan of Arc, Grace O'Malley, Rei Arthur, Robin Hood e Atômica. Ganhou os prêmios de Melhor Fanzine HQMix e 1ª Bienal de HQ em 1991 com o fanzine MATRIX. Editou e participou das revistas Front e Kaos! Desenhou a série Starship Troopers e o personagem Judge Dredd. Faz ilustração editorial e storyboards para publicidade. 10 Dias Perdidos é seu segundo quadrinho autoral que ilustra e escreve – o primeiro foi Projeto Mega-Ultra Secreto, de 2016.

Savanna Ganucheau

Savanna Ganucheau é quadrinista e ilustradora. Ela começou nos quadrinhos publ icando e vendendo seu trabalho em lojas de quadrinhos de sua cidade natal: Nova Orleans. Juntamente com a criação da webcomic George e Johnny, Savanna desenha para publicações notáveis como Jem e as Hologramas, A Hora da Aventura e Lumberjanes. Bloom é sua primeira graphic novel.

Shun Izumi

Shun Izumi é quadrinista, ilustrador, animador e artista plástico. Autor das HQs Guga e Léo em busca da poção fantástica e O Colhedor de Raios, participou também do grupo independente O Miolo Frito. Faz ilustrações e animações editoriais e de publicidade através do seu estúdio e ateliê Casa Locomotiva.

Sylvain Repos

Mestre em Artes Visuais pela Sorbonne, Sylvain Repos sempre foi fã de quadrinhos, e tem como principais referências Katsuhiro Otomo, Moebius, Rick Remender e Brian K. Vaughan. Yojimbot é sua primeira graphic novel, na qual os leitores conhecem um mundo pós-apocalíptico comandado por robôs-samurais.

Tali Grass

Tali Grass é revisora e preparadora de textos, também é escritora e roteirista de quadrinhos, vencedora do 33° Troféu HQMIX — Novo Talento Roteirista. Possui formação na área de Letras e Produção Editorial.

Talles Rodrigues

Talles Rodrigues é cearense, fortalezense e virginiano. Ilustrador e quadrinista, é formado em Jornalismo pela UFC e já produziu as obras Cortabundas - o maníaco do José Walter, O Clube dos Monstros dos Bairros Distantes, 7 hábitos dos assassinos altamente eficazes, o webcomic Barafunda e a série Mayara & Annabelle. Participa dos coletivos Fictícia e Netuno Press. Atualmente mora em São Paulo com o marido e dois gatos.

Thiago Egg

Thiago Egg é ilustrador, quadrinista e designer gráfico paulistano radicado em Vitória desde 2012, com mais de 20 anos de carreira com trabalhos para os mercados de cinema e home vídeo, games, editorial e publicidade. Começou a publicar quadrinhos autorais em formato de webcomics e impressos em 2015.

Thiago Souto

Thiago Souto iniciou sua carreira como quadrinista independente em 2013, participando de coletâneas e publicações próprias, como Mikrokosmos, lançado em 2014. A partir de 2016, passou a publicar seus trabalhos por diversas editoras, incluindo Time Lapse (UGRA Press, 2016), Por Muito Tempo Tentei me Convencer de que te Amava (Balão Editorial, 2018) e Labirinto (Mino, 2017 e DarkSide, 2022), pelo qual recebeu múltiplas indicações ao prêmio HQMix e conquistou o Prêmio Ângelo Agostini. Labirinto também teve três edições estrangeiras: em 2019 pela editora polonesa Mandioca, em 2022 pela norte-americana Dark Horse e em 2024 pela francesa Bubble BD. Em 2022, lançou Naukan pela Ugra Press, e Salada de Frutas, seu primeiro livro infantil, pela Balão Editorial. O Teatro Fantasma, publicado pela Conrad Editora, é sua mais ambiciosa história até então.

Tiago Elcerdo

Tiago Lacerda, ou Elcerdo, é quadrinista e ilustrador. É um dos editores e criadores da Revista Beleléu que começou como uma revista em quadrinhos em 2009 e se tornou um dos importantes selos de quadrinhos da cena independente do Rio de Janeiro.

Tom Scioli

Tom Scioli é escritor e artista especializado em quadrinhos e graphic novels, já indicado ao prêmio Eisner. É o autor de Jack Kirby: A épica biografia do Rei dos Quadrinhos, assim como de diversas obras originais de ficção científica e super-heróis como American Barbarian, The Myth of 8-Opus e Godland. Também trabalhou na reconcepção séries consagradas com Quarteto Fantástico: Grand Design, Super Powers, Transformers vs. Comandos em Ação e na repaginada cyberpunk dos Go-Bots. É famoso por seu traço singular, diagramações dinâmicas e textos criativos, e é um dos poucos cartunistas auteurs que escreve, desenha, colore e letreira seus quadrinhos à mão. Também apresenta o Total Recall Show, focado em cultura pop, e colabora frequentemente com o podcast Cartoonist Kayfabe.

Valentine De Landro

Valentine De Landro se inseriu com sucesso na indústria dos quadrinhos em diversas ocasiões distintas. Após trabalhar como assistente de arte na editora Dark Horse (através do estúdio Bright Anvil, de Toronto, no Canadá), o pessoal da Marvel deu a ele edições de Marvel Age Spider-Man, Marvel Knights: 4 e de X-Factor para desenhar. Desenvolver e cocriar Bitch Planet – Planeta das Vagabundas com Kelly Sue DeConnick mudou todo o curso de sua carreira. Ele soube que as críticas eram elogiosas, mas não leu nenhuma delas. Ele fica verdadeiramente feliz com críticas positivas. De Landro mora ao leste de Toronto, estado canadense de Ontario, com sua esposa Maya e seus dois filhos.

Vitor Cafaggi

Vitor Cafaggi é um dos quadrinistas mais conhecido hoje no Brasil. Sua primeira publicação independente,Duo.tone, e a coletânea de tiras Valente para sempre, renderam ao autor o Troféu HQ Mix de 2012 na categoria Novo Talento. Em 2013, em parceria com a irmã, Lu Cafaggi, foi convidado a fazer o álbum Turma da Mônica – Laços, segundo volume da série Graphic MSP, que fez tanto sucesso que ganhou duas continuações e ainda foi adaptado para o cinema com atores reais.

Wellington Srbek

Wellington Srbek nasceu em Belo Horizonte em 1974, é graduado em História, mestre e doutor em Educação pela UFMG. Criador, editor, pesquisador, tradutor e professor de quadrinhos. Roteirista de HQs autorais, revistas institucionais, edições infantojuvenis e adaptações literárias, além de escritor em verso e prosa. Em 2021, lançou pela Conrad Editora o álbum Estórias Gerais: Edição Comemorativa de 20 Anos, em capa dura e com extras exclusivos.

Zoe Thorogood

Zoe Thorogood é uma quadrinista de Middlesbrough, no Reino Unido, vencedora do prêmio Russ Manning de Novato Mais Promissor de 2023. Além de produzir quadrinhos, Zoe gosta de fazer arte conceitual e design de personagens como freelancer. Sua HQ de estreia foi A Cegueira Iminente de Billie Scott, lançada no Brasil em 2023 pela Conrad Editora. Também trabalhou como ilustradora em HAHA, de W. Maxwell Prince, e Rain, de Joe Hill. É Solitário no Centro da Terra é sua primeira graphic novel autobiográfica, em que narra seis meses da sua vida e sua luta contra a depressão.

/ Capítulos

Página 1 de 25. Total de 396 itens encontrados.
d

Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar nosso site, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse nossa Política de cookies. Política de cookies e privacidade

ACEITAR